Clique aqui para se cadatrar e
receber os informes da OAB Londrina:
Cadastro

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

MENU  
NOTÍCIAS   CONTATO
      inicial
      diretoria OAB
      conselho de subseção
      conselho estadual
      comissões
      representantes de comarcas
      atualização de cadastro
      projetos
      prestadores de serviços
      estrutura
      CAA-PR
      núcleo do jovem advogado
      comissão do consumidor
      Álbum de fotos
      publicidade
      fale conosco
SERVIÇOS
      cad. nacional de advogados
      serviços Online OAB/PR
      transporte interfóruns
      legislação
      tabela de Honorários
      tabela de Custas
      tabela de índices
      guia do Funrejus
      convênios
      estagiários
      apoio aos advogados
      req. do estacionamento
 
busca de notícias digite palavra
para realizar a busca:
 
JORNAL
 
Veja aqui a edição de Outubro
do Jornal OAB Londrina
 

 

 

 
     
NOTÍCIAS
home | notícias >
Terça-Feira - 08/04/2014 - por Consultor Jurídico
Déficit de defensores públicos federais chega a 66%

O déficit de defensores públicos federais chega a 66% no país, aponta o estudo Um panorama da atuação da Defensoria Pública da União, lançada no final de março. Esse seria o aumento necessário para que houvesse ao menos um defensor federal para cada 100 mil habitantes com mais de dez anos de idade e rendimento mensal de até três salários mínimo.

Segundo o relatório, dos 561 cargos de defensor público federal, 506 estão ocupados para atuação na primeira e segunda instâncias. Não foram considerados no cálculo os membros que atuam perante os tribunais superiores. 

O diagnóstico revela, ainda, que a principal demanda da DPU, entre os órgãos públicos federais contra os quais litiga, é previdenciária — o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Somados, os litígios nesta seara concentram 35% das pretensões de atendimento.

Em 2013, conforme a publicação, 21 mil assistidos deixaram de ajuizar demandas após atuação da Defensoria, por meio de acordos administrativos e pelo arquivamento de pretensões juridicamente inviáveis, o que evitou sobrecarregar ainda mais o Poder Judiciário.

O tempo médio global entre a chegada do cidadão às unidades da DPU e o efetivo início do atendimento correspondeu a 21 minutos no ano passado, aponta o documento. No período, 1,5 milhão de atendimentos foram feitos em todo o Brasil.

Ampliação de subseções
A DPU está presente nas 27 capitais e em 40 cidades do interior, número equivalente a 25% das varas da Justiça Federal. Em dezembro de 2012, a Lei 12.763/2012 foi sancionada pela Presidência da República, criando 789 cargos de defensor público federal para a implantação do plano de interiorização do órgão. A Defensoria espera ampliar de 67 para 271 o número de seções e subseções judiciais atendidas pela instituição nos próximos anos.

O relatório, produzido pela Assessoria de Planejamento, Estratégia e Gestão (Asplan) da DPU, usa como referência dados recentes do Atlas do Censo Demográfico 2010, publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013, publicado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); e de estatísticas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os dados analisados, em regra geral, compreendem o período de janeiro/2011 a dezembro/ 2013. Com informações da Assessoria de Imprensa da DPU.

Clique aqui para ler o Mapa da DPU.

 
clique sobre as imagens para ampliar
 
 
| página inicial | voltar

 

 

   
OAB Subseção Londrina
Rua Governador Parigot de Souza, 311 - Jd. Caiçaras - Londrina - Paraná
Fone: (43) 3294-5900
londrina@oabpr.org.br
  Desenvolvido por Boletim Informativo
www.boletim.jor.br